Compósita

Compósita é um espaço de produção de conhecimento coletivo em antropologia, direcionado a quatro eixos de atuação: cidadania, identidade, diferença e diversidade. A nossa rede colaborativa parte da Amazônia paraense, com vistas a criar canais de comunicação descentralizados dos grandes centros urbanos.

Trata-se de um espaço de intenso fluxo de entradas e saídas. Isso significa que não se trata meramente de uma abstração estrutural, ainda que a insistência de tipificar lugares e nomear práticas seja um ponto de partida. Com isso, a ideia é criar estratégias menos desiguais ou não desiguais de inserção dos mais diversos sujeitos em espaços públicos e privados, um fazer étnico-racializado em política que rotaciona modelos pré-estabelecidos e coloniais de produção de conhecimento, que insistem em dizer que sujeitos considerados dissidentes não podem ocupar determinados espaços de poder.

Compósita é, portanto, uma ação ou um movimento-ação que acredita em um mundo sem posicionalidades prontas e acabadas, não à toa na logomarca a primeira e última letras estão ao contrário, evidenciando não universalidades.

Junte-se a nós nessa empreitada!


Site
Twitter | Instagram

Temporada 2021
Episódio 4: A (homo)sexualidade como um espaço-tempo pioneiro de escrita – Telma Amaral
Episódio 5: Sob vestes drags: arte, cultura e política – Izabela Jatene e Adelaide Oliveira
Episódio 6 – Mulheres de Itapuá (parte 1) – Angelica Maues
Episódio 7 – Mulheres de Itapuá (parte 2) – Angélica Maues

Temporada 2020
Episódio 1: Gênero, sexualidade e educação – Ana Lídia Nauar
Episódio 2: Emoções e sexualidades – Rachel Abreu
Episódio 3: Sexualidades dissidentes na Amazônia – Milton Ribeiro