Larvas Incendiadas e Mundaréu recebem prêmio de Divulgação Científica da ANPOCS

Como parte da programação da 45° Reunião da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS), na última quarta-feira (27) foi entregue o Prêmio de Divulgação Científica em Ciências Sociais. Entre os projetos premiados, estiveram dois integrantes da Rede Kerekere: Larvas Incendiadas e Mundaréu. Além dos projetos ganhadores, participaram da competição outros projetos e iniciativas que integram a Rádio.

A primeira edição do Prêmio de Divulgação Científica em Ciências Sociais da ANPOCS teve como objetivo “dar visibilidade e fomentar iniciativas práticas de divulgação científica desenvolvidas por meio do diálogo entre cientistas sociais e a sociedade”. A comissão avalidora do prêmio foi composta por Lilia Schwarcz, José Szwako, Gilberto Hochman, Luisa Massarani e José Ricardo Ramalho. Os projetos premiados celebram a vivacidade e importância da produção das ciências sociais feita no Brasil. A entrega do prêmio foi feita em duas categorias, uma destinada à produção de discentes, e outra a docentes.

Mundaréu – Podcast de antropologia


Na categoria docente, o podcast Mundareu foi premiado em segundo lugar. Publicado desde 2019, a partir da parceria entre o LABJor da Unicamp e o Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília, o Mundareu investe nas conversas e histórias de antropólogas e as pessoas com as quais pesquisam. O podcast já tem duas temporadas além de uma série especial voltada para a sala de aula (o Mundo na Sala de Aula), também com duas temporadas.

Larvas Incendiadas (@incendiadas) | Twitter


Já o Larvas Incendiadas, publicado desde 2018, com produção e condução de Thiago Coacci, foi premiado na categoria discente. O podcast tem como propósito divulgar e discutir a produção contemporânea em gênero e sexualidade nas ciências humanas e sociais. O episódio é produzido de forma autônoma e tem uma campanha de financiamento coletivo que pode ser acessada aqui.

Imagem

Além do Mundaréu e do Larvas Incendiadas, também foram premiados os projetos Horizontes ao Sul, e “Métodos em Pauta” e o podcasts”Elas Pesquisam” na categoria Discente. Na categoria docente foram premiados os projetos Memórias das Ciências Sociais no Brasil, e receberam menção honrosa os podcasts “Fora da Política não há salvação“, “Cuidar, verbo coletivo” e o portal “Manchetômetro“.

Em um contexto de crescente desmonte das políticas científicas e educacionais, e também de desvalorização do conhecimento científico e qualificado, a premiação é um importante passo para o reconhecimento da importância das estratégias de divulgação científica como mecanismos de interlocução entre as pessoas na universidade e a sociedade de forma mais ampla. Além disso, é uma reiteração do compromisso das instituições e pesquisadores com a ciência pública, acessível e de qualidade.

A cerimônia de premiação completa está disponível no YouTube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s